Informações aos Pacientes

Dicas para Visitantes

DICAS ÚTEIS PARA VISITANTES

Familiares e amigos têm papel essencial na recuperação de pacientes em tratamento hospitalar. Mas para que tudo corra bem, é preciso ter atenção a alguns procedimentos visando à segurança do paciente e dos visitantes.

REGRAS GERAIS
  • Antes de ir, verifique com o paciente e/ou familiares o horário mais adequado para a visita.
  • Cada tipo de acomodação permite uma quantidade específica de visitantes por vez. Respeite esse limite. Mesmo nos locais onde o número de visitantes é livre (apartamentos e suítes), evite grandes aglomerações.
  • Este é um local de recuperação e descanso. Por isso, também é recomendado que as visitas sejam breves.
  • Lave sempre as mãos e utilize álcool gel antes e após as visitas hospitalares.
  • No caso de nascimento de um bebê, o ideal é deixar apenas os parentes mais próximos visitarem a criança até que ela complete seu primeiro ciclo de vacinas.
  • Recomendamos que crianças menores de 12 anos só compareçam no caso de nascimento de irmãos.
O QUE EVITAR
  • Pessoas em estado gripal não devem fazer visitas. Se for imprescindível, então devem utilizar máscara descartável.
  • Não se deve levar alimentos para o paciente nem levar utensílios de preparação de comida para as acomodações.
  • O frigobar deve ser utilizado exclusiva mente pelo acompanhante do paciente.
  • Jamais manipule o paciente nem retire ou mexa em qualquer acessório ou equipamento. Isso é papel exclusivo da enfermagem.
  • Não sente ou deite na cama do paciente.
  • Não utilize perfumes fortes, que podem provocar enjoos ou alergias.
  • Flores naturais são proibidas, pois podem transportar contaminantes e causar alergias.
O QUE VOCÊ PODE  FAZER
  • A visita é um momento de suporte e demonstração de carinho.
  • Leve bom humor e energias positivas para o quarto.
  • Converse com o paciente se ele estiver disposto e procure sempre tranquilizá – lo e animá – lo.
  • Leve fotografias, cartões, material religioso (se for o caso) e produtos de higiene preferidos do paciente. São pequenas coisas que fazem a pessoa sentindo – se mais acolhida. Mas antes consulte a equipe de enfermagem para saber se os objetos são liberados.
VISITAS À UTI
As visitas nas Unidades de Terapia Intensiva são igualmente importantes para dar suporte emocional e psicológico aos pacientes internados.
Confira as dicas a seguir:
  • Normalmente a rotina dos familiares fica totalmente alterada quando há um parente na UTI. Mesmo com os horários restritos de visitas, sempre há um ou mais parentes que permanecem um longo período de tempo no hospital. Se este é seu caso, lembre – se: você também está passando por momentos estressantes e necessita de horas de descanso e de alimentação adequada. Programe – se para ir para casa ou local de hospedagem em horários determinados para se alimentar, tomar banho e descansar.
  • Também evite que sua vida pessoal fique desorganizada. Peça para alguém cuidar da casa, pegar correspondência e pagar as contas, por exemplo. Se tiver filhos, garanta que eles estejam assistidos.
  • Prepare – se psicologicamente todos os dias, pois muitas vezes um quadro bom pode evoluir para algum problema mais grave. Mas também pode ocorrer o contrário. Viva um dia de cada vez, renovando suas esperanças.
  • Em nome da segurança do paciente, só dois visitantes são admitidos por vez nas UTIs. E somente maiores de 12 anos podem fazer visitas.
  • Sabemos que as famílias que têm parentes na UTI acabam fazendo amizade e dando suporte umas às outras nesse momento difícil. Mas é essencial que cada pessoa se atenha a ir apenas ao leito de seu parente para evitar a propagação da contaminação cruzada, que é quando micro – organismos de um paciente são transmitidos para outro.
  • As informações sobre a evolução do estado do paciente são muito importantes. Para organizar esse processo, é bom que a família indique um “porta – voz”, que será a pessoa que ouvirá os boletins diários da UTI, fará os questionamentos aos médicos responsáveis e retornará com as informações para os familiares mais próximos. Ao longo do dia, aproveite para anotar as dúvidas que vão surgindo.
  • Para informar aos demais integrantes da família e amigos presentes sobre o estado de saúde do paciente, também é bom indicar um ou dois parentes, que ficarão com esta função, evitando assim problemas de comunicação.
  • Mesmo que o paciente esteja inconsciente ou em estado alterado de consciência devido a medicamentos, é importante externar seu amor conversando com ele. Fale seu nome, dê as mensagens de força dos familiares e amigos, seja positivo.
  • Tocar o paciente também é uma forma de carinho e conforto. Mas peça orientações à equipe da enfermagem sobre como fazer e se são necessários cuidados especiais (luvas, por exemplo).
  • Na UTI Neonatal da Maternidade só é permitida a entrada dos pais, e cada bebê pode receber apenas duas visitas por semana, em dias alternados, mediante pré – agendamento.