Maternidade

Exames

Veja alguns exames realizados na maternidade do Hospital Santa Cruz para garantir a saúde do seu bebê e também prevenir possíveis doenças.


EXAMES

  • Teste do Pezinho: O Teste do Pezinho é um exame gratuito e obrigatório, realizado após 48hrs do nascimento. Tem por objetivo diagnosticar e tratar precocemente doenças (Fenilcetonúria, Hipotireoidismo Congênito, Fibrose Cística, Doenças Falciforme e outras Hemoglobinopatias, Deficiência da Biotinidase e Hiperplasia Adrenal Congênita), que podem causar deficiência intelectual, entre outros danos à saúde do bebê, se não forem tratadas desde os seus primeiros dias de vida.
  • Teste do Pezinho Master: Além das doenças detectadas pelo exame do teste do pezinho básico, no plano MASTER são diagnosticadas as seguintes patologias: sífilis, citomagalovirose, doença de chagas e rubéola congênita. É o exame mais completo para garantir total segurança à saúde do seu bebê. Este exame é opcional e tem custo (informação na tesouraria). A realização do mesmo é discutida com o pediatra.
  • Teste da Orelhinha: Esse teste é eficaz no sentido de prevenção e cuidados auditivos, sendo realizado pela equipe de fonoaudiologia, visando o diagnóstico precoce de perda auditiva. O exame é realizado em sono natural com 48 horas de vida.
  • Teste do Olhinho: É um exame simples, rápido e indolor. A realização do teste em todos os bebês é logo após o nascimento visando detectar alguma alteração que possa causar obstrução no eixo visual e uma possível cegueira. O teste é realizado por médico oftalmologista.
  • Teste do Coraçãozinho: O Teste do Coraçãozinho é uma excelente ferramenta de triagem neonatal para rastrear Cardiopatias Congênitas Críticas. A “oximetria de pulso” deve ser realizada após as primeiras 24 horas de vida, e antes da alta hospitalar, utilizando um sensor externo (oxímetro), conforme parecer científico da Sociedade Brasileira de Pediatria.
  • Teste da Linguinha: Exame padronizado pela Lei 13.002/2014, (Protocolo de Avaliação do Frênulo de Língua em Bebês), cujo objetivo é diagnosticar a presença de alterações do frênulo lingual e o quanto essas alterações afetam os movimentos da língua, que podem comprometer as funções de sugar, engolir, mastigar e falar. O Frênulo é uma pequena membrana mucosa que liga a língua ao assoalho da boca, e por ser uma membrana mucosa, exercícios de alongamento não surtem efeito (causando, muitas vezes a chamada “língua presa”), daí a importância de ser avaliado logo ao nascimento. Existem graus variados de alteração do frênulo, por isso a importância de haver um teste que leve em consideração todos os aspectos anatômicos e funcionais. O exame é realizado pela equipe da Fonoaudiologia. Caso seja necessário, o encaminhamento para a frenotomia (pequeno pique realizado para soltar o frênulo) é feito ainda nas primeiras 48h de vida do bebê.